Política
Compartilhar

Morteiros explodem perto da embaixada norte-americana em Bagdá

Foguetes morteiros atingiram três locais de Bagdá, no Iraque, neste sábado (4), próximo a embaixada dos Estados Unidos. ..

Redação - 04 de janeiro de 2020, 21:03

AFP
AFP

Foguetes morteiros atingiram três locais de Bagdá, no Iraque, neste sábado (4), próximo a embaixada dos Estados Unidos. Segundo as autoridades iraquianas, não foram registradas mortes.

Os ataques ocorreram no mesmo dia em que milhares de pessoas participaram do funeral do general Qassem Soleimani, morto pelos EUA na última quinta-feira (2).

Até a publicação desta reportagem, não havia sido identificado de onde partiram os morteiros. As explosões teriam ocorrido em uma área onde estão estacionadas as forças militares norte-americanas.

As Forças Armadas do Iraque informaram que os foguetes atingiram: a Zona Verde, em Bagdá, que abriga a embaixada dos EUA; o bairro de Jadryia, vizinho à Zona Verde; e a base aérea de Balad, a 80 km de Bagdá, que pertence ao Iraque, mas abriga forças norte-americanas.

VINGANÇA

A morte de Soleimani já suscitou várias reações, tendo quatro dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) -- Rússia, França, Reino Unido e China - alertado para o inevitável aumento das tensões na região, pedindo às partes envolvidas que reduzam a tensão. O quinto membro permanente do Conselho de Segurança da ONU são os Estados Unidos.

No Irã, o sentimento é de vingança, com o presidente e os Guardas da Revolução garantirem que o país e "outras nações livres da região" vão vingar-se dos Estados Unidos.

*Com informações de agências*