Política
Compartilhar

Conselho do MP arquiva representação contra procuradores da Lava Jato

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) arquivou, nesta quinta-feira (27), a representação contra os procurador..

Francielly Azevedo - 28 de junho de 2019, 06:50

Foto: Geraldo Bubniak/AGB
Foto: Geraldo Bubniak/AGB

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) arquivou, nesta quinta-feira (27), a representação contra os procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato. O documento pedia a abertura de uma sindicância para apurar as condutas dos membros do Ministério Público Federal (MPF), após o vazamento de mensagens com diálogos entre os procuradores e o então juiz federal e agora Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

De acordo com a decisão do Segundo a decisão do Corregedor Nacional do Ministério Público, Orlando Rochadel Moreira, a veracidade dos elementos de prova não pode ser comprovadas, além de não ser possível verificar adulterações.

“Diante das informações dos membros reclamados de que não reconhecem os diálogos utilizados e de que eles foram, possivelmente, adulterados, bem como de que o acesso ao conteúdo das mensagens se operou por meio de uma invasão aos dispositivos, a análise disciplinar recai exclusivamente sobre o material veiculado na imprensa”, diz.

Moreira também entendeu que não existem elementos que justifiquem a abertura de reclamação disciplinar contra os procuradores “considerando a ausência de qualquer elemento que indique materialidade de ilícito disciplinar imputado”.