MPPR pede cassação do mandato de Boca Aberta para a Câmara dos Deputados

Jorge de Sousa

MPPR pede cassação do mandato de Boca Aberta para a Câmara dos Deputados

O deputado federal Boca Aberta (PROS-PR) foi denunciado para a Câmara dos Deputados por meio de uma representação do MPPR (Ministério Público do Paraná) pedindo a cassação do mandato do parlamentar por quebra de decoro.

Segundo a denúncia, Boca Aberta ofendeu moralmente e fisicamente dois oficiais de justiça, manchou a imagem do Poder Judiciário e também violou a recomendação das autoridades de saúde na prevenção ao coronavírus.

Além desses fatos, o deputado ainda teria utilizado suas verbas de gabinete para realizar atos agressivos contra agentes da CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização) de Londrina.

A denúncia foi assinada pelos promotores Renato de Lima Castro, do Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa, e Ricardo Benvenhu, da 26ª Promotoria de Justiça de Londrina.

Uma das acusações aponta que Boca Aberta teria agredido um oficial de justiça em novembro de 2019, empurrando o profissional contra um carro, após receber uma intimação judicial. Na época, o parlamentar negou a acusação.

“O Ministério Público não pode assistir, passivamente, a contínua e crescente prática de atos ilícitos. Não pode ser responsabilizado por omissão. já que as condutas praticadas pelo deputado necessitam ser interrompidas e impedidas, para que se restaure, em Londrina e região, o Estado de Direito Democrático”, pontua trecho da denúncia.

Procurado pela reportagem, Boca Aberta não respondeu os questionamentos.

Previous ArticleNext Article