‘Não posso botar a mão no fogo por Temer’, diz Delcídio

Roger Pereira


Do UOL

O ex-senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS), cujo mandato foi cassado na semana passada, disse na noite desta segunda (16) em entrevista no programa “Roda Viva”, da TV Cultura, que não “botaria a mão no fogo” pelo presidente interino Michel Temer.

Delcídio deu tal declaração ao ser questionado sobre o trecho de sua delação premiada em que diz que Temer endossou a indicação de Jorge Zelada, preso na operação Lava Jato, para ser diretor internacional da Petrobrás.

Investigado na operação Lava Jato, Zelada foi condenado em primeira instância à prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. “Eu não posso botar a mão no fogo por ele [Temer] porque eu não conheço as relações dele”, disse Delcídio. “Eu prefiro acreditar que ele tenha endossado a indicação da bancada [do PMDB]”, afirmou.

No programa, o senador cassado reafirmou que cometeu um “deslize” ao tentar obstruir as investigações da operação Lava Jato. Delcídio foi gravado participando de uma reunião para planejar a fuga de Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras, para que este não colaborasse com a operação.

O ex-senador afirma ter agido a mando do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidente Dilma Rousseff. “Passei dos limites”, disse Delcídio, quando questionado sobre o motivo pelo qual aceitou as supostas ordens. “Eu acabei cometendo este deslize. Obstrução de justiça é uma falha grave, não deveria ter feito isso.”

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal