PF deflagra operação que apura fraudes de R$ 60 milhões em licitações do governo federal

Redação

operação pf paraná são paulo fraude governo federal

A PF (Polícia Federal) deflagrou a Operação Epagoge na manhã desta quinta-feira (30), em três estados diferentes: São Paulo, Paraná e Santa Catarina. A ação investiga fraudes de até R$ 60 milhões em contratos do governo federal para a compra de equipamentos eletrônicos.

Ao todo, são 22 mandados de busca e apreensão em cinco cidades: São Paulo (SP), Curitiba (PR), Piraquara (PR), Guaratuba (PR) e Balneário Camboriú (SC).

De acordo com dados da CGU (Controladoria Geral da União), as fraudes aconteceram entre 2010 e 2019. Conforme as investigações, empresas que pertenciam a um mesmo grupo formaram um cartel para fraudar licitações do governo federal. Elas se candidatavam a um mesmo certame e simulavam a concorrência entre elas, quando na verdade já havia ajustes prévios.

Ainda segundo as investigações da Polícia Federal, a estratégia criminosa das empresas permitia o controle e a manipulação dos preços. Dados da CGU indicam que os contratos assinados pelas empresas suspeitas com o governo federal ultrapassam a marca de R$ 60 milhões.

Ao todo, 75 policiais federais e seis auditores da Controladoria Geral da União participam do cumprimento dos mandados da Operação Epagoge nos três estados. De acordo com a PF, não haverá coletiva de imprensa para detalhar a investigação.

Por fim, a PF informou que a operação foi nomeada de Epagoge porque, na tradução do grego, significa induzir o pensamento de alguém.

Previous ArticleNext Article