Lula recebe primeira visita de familiares em Curitiba

Mariana Ohde, Francielly Azevedo, Roger Pereira, William Bittar - CBN Curitiba e Vanessa Fernandes - CBN Curitiba

Lula está preso desde sábado (7) na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

**Atualizada às 17h14**

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu a primeira visita de familiares na Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba, nesta quinta-feira (12), desde que começou a cumprir sua pena em uma sala especial na sede da PF.

Por volta das 10h, dois carros transportando cinco pessoas chegaram no portão dos fundos do prédio da PF e estacionaram ao lado de fora. Os familiares desceram e entraram a pé na sede. Do porta-malas de um dos veículos eles pagaram duas sacolas, além de um cobertor. Perto das 13h, o grupo deixou sem falar com a imprensa.

Entre os visitantes estavam três filhos do ex-presidente: Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, Luís Claudio e Lurian, e o neto Thiago, que estavam acompanhados pelo advogado Cristiano Zanin Martins, que defende Lula.

À tarde, a família do ex-presidente voltou à visitá-lo, no horário autorizado pela Polícia Federal, entre 15h e 17h. Por volta de 17h 10 eles deixaram a Superintendência da PF, mais uma vez, sem falar com a imprensa ou visitar o acampamento dos apoiadores do ex-presidente.

 

Lula foi preso no sábado (7) após se entregar à PF em São Bernardo do Campo (SP), onde permaneceu dentro do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC desde que a prisão foi decretada, na quinta-feira (5). Lula foi condenado a 12 anos e um mês de prisão no caso do triplex do Guarujá (SP), no âmbito da Operação Lava Jato.

 

Desde o final de semana, apenas o advogado havia visitado o ex-presidente. Na terça-feira (10), um grupo de governadores tentou falar com Lula, mas teve o pedido negado pela Justiça.

O dia de visitas oficial para os detidos na Superintendência é quarta-feira, porém, a família de Lula pôde negociar a data, para evitar encontrar outros visitantes. Lula está preso em uma cela especialmente adaptada para ele, a pedido do juiz federal Sérgio Moro. A sala fica no quarto andar e não tem janelas para o exterior do prédio.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="516967" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]