Apoio da imprensa foi fundamental para a Lava Jato, diz Moro

Narley Resende


Em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, publicada nesta segunda-feira (23), o juiz federal Sérgio Moro disse que o apoio da imprensa foi fundamental para o fortalecimento da Operação Lava Jato. De acordo com o juiz, que vai participar do Fórum Estadão Mãos Limpas e Lava Jato para falar sobre as investigações de combate à corrupção, da Itália e do Brasil, o modelo italiano que inspirou a investigação de Curitiba teve como base o apoio da população.

“A Mãos Limpas ilustrou que, sem o apoio da imprensa e da opinião pública, é muito difícil a condução de processos contra criminosos poderosos. Estes têm poder político e econômico que pode ser utilizado indevidamente para gerar impunidade, independentemente da culpa. Então, é necessário contrabalançar esse poderio, não só com a ação firme da Justiça, mas com o apoio da opinião pública. Daí a importância da publicidade e da transparência desses processos, da liberdade de expressão e de imprensa, isso não para manipular a opinião pública, mas para obter o apoio necessário através da demonstração da correção da ação da Justiça”, disse o juiz em um dos tópicos da entrevista.

Também devem participar do Fórum o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da Lava Jato no Ministério Público Federal em Curitiba, e os magistrados Piercamillo Davigo e Gherardo Colombo, que trabalharam na força-tarefa de procuradores de Milão criada 25 anos atrás, na Mãos Limpas.

O evento é uma associação entre o Estado e o Centro de Debate de Políticas Públicas (CDPP) e vai ocorrer nesta terça-feira, 24. O painel, reservado para convidados, será mediado pela jornalista Eliane Cantanhêde, colunista do Estado, e pela economista Maria Cristina Pinotti, do CDPP. Terá ainda a participação do diretor de Jornalismo do Estado, João Caminoto, e do economista Affonso Celso Pastore, do CDPP.

 

Previous ArticleNext Article