Após tonturas e desmaio, Bumlai é internado para bateria de exames

Mariana Ohde


O pecuarista José Carlos Bumlai, condenado em processo da Operação Lava Jato, está internado no Hospital Santa Cruz, em Curitiba, para uma bateria de exames.

Sentenciado a nove anos de prisão, Bumlai está detido no Complexo Médico Penal em Pinhais, na região metropolitana da capital.

A defesa do pecuarista pediu a internação sob a alegação de que ele está com pressão alta, sentindo tonturas e que teria desmaiado no presídio. Bumlai teve autorização judicial para permanecer no hospital, sob escolta da Polícia Federal (PF), pelo menos até esta terça-feira (25).

Em tratamento contra um câncer, o pecuarista chegou a cumprir pena em regime domiciliar para passar por algumas cirurgias. Mas voltou à prisão no começo de setembro, por determinação do juiz Sérgio Moro.

Um dos procedimentos agendados durante a internação é um exame, com biópsia, na bexiga, órgão que Bumlai já operou por causa do câncer. O pecuarista também vai passar por uma consulta cardiológica. Ele também fez uma cirurgia cardíaca enquanto esteve em prisão domiciliar.

Preso em novembro do ano passado, na 21.ª fase da Operação Lava Jato, Bumlai foi condenado pela participação, obtenção e quitação fraudulenta de um empréstimo de R$ 12 milhões que tomou, em 2004, no Banco Schahin e que foram destinados ao Partido dos Trabalhadores. Ele também foi condenado por participação, solicitação e obtenção de vantagem indevida no contrato entre a Petrobras e o Grupo Schahin para a operação do Navio-Sonda Vitória 10.000.

Da BandNews Curitiba

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="393326" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]