Bumlai e filho serão interrogados hoje na Justiça Federal em Curitiba

Redação


Estão previstos para esta segunda-feira (30) à tarde os interrogatórios do pecuarista José Carlos Bumlai e do filho dele, Maurício de Barros Bumlai, à Justiça Federal em Curitiba, em ação penal decorrente da 21.ª fase da Lava Jato.

O depoimento já foi adiado três vezes, a maioria delas por conta de problemas de saúde do pecuarista. O último adiamento foi na quarta-feira passada (25), por causa da morte de um dos advogados de Bumlai, o criminalista Arnaldo Malheiros Filho.

Bumlai chegou a vir na semana passada a Curitiba para prestar depoimento na Polícia Federal, aproveitando que na quarta-feira seria interrogado na 13.ª Vara Federal, pelo juiz Sérgio Moro.

Mas ao receber a notícia da morte de Malheiros, a advogada Daniela Meggiolaro pediu que a audiência fosse adiada mais uma vez porque nenhum dos advogados do escritório estaria em condições emocionais de participar do interrogatório.

O pedido foi aceito pelo juiz Sérgio Moro. Desde março deste ano, Bumlai está em prisão domiciliar para tratamento de um câncer na bexiga.

Ele é figura central no processo que apura o empréstimo de R$ 12 milhões que recebeu do Banco Schahin e que teria beneficiado o PT. A ação penal tem, ao todo, dez réus, denunciados por crimes como de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e gestão fraudulenta.

(Lenise Klenk, BandNews FM Curitiba)

Previous ArticleNext Article