Defesa de Dirceu pede sigilo sobre domicílio do ex-ministro

Roger Pereira


Em petição protocolada na tarde desta quarta-feira, em resposta à determinação do juiz federal Sérgio Moro, que estabeleceu as condições para a soltura do ex-ministro José Dirceu, beneficiado por habeas corpus do Supremo Tribunal Federal, os advogados do ex-ministro pediram ao juiz que o endereço do domicílio de Dirceu seja mantido em sigilo.

Na petição, a defesa informa que já entregou o passaporte do ex-ministro (outra exigência de Sérgio Moro, que o proibiu de deixar o país) em 2012, quando condenado no mensalão. A defesa requer, assim, que o réu seja encaminhado à Justiça Federal para a instalação da tornozeleira eletrônica.

“Com relação ao seu domicílio, o peticionário informa que esta defesa apresentará pessoalmente nesta data em cartório o endereço completo, requerendo desde já que permaneça em sigilo, para o fim de se evitar tumultos”, diz a defesa. Segundo o despacho de Moro, Dirceu está proibido de deixar sua cidade de domicílio, em princípio, Vinhedo (SP).

Confira as condições impostas por Moro:

– monitoramento por tornozeleira eletrônica; proibição de deixar a cidade de seu domicílio, em princípio, Vinhedo (SP);

– proibição de se comunicar, por qualquer meio ou por interpostas pessoas, com os coacusados ou testemunhas;

– comparecimento a todos os atos do processo e atendimento às intimações, por telefone, salvo se dispensado pelo Juízo;

– proibição de deixar o país; entrega em Juízo de seus passaportes brasileiros e estrangeiros;

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="428711" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]