Operação Lava Jato
Compartilhar

Defesa de Lula pede investigação de vazamentos

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviaram, nesta terça-feira, novo pedido à Procuradoria Geral da..

Roger Pereira - 30 de agosto de 2016, 19:08

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviaram, nesta terça-feira, novo pedido à Procuradoria Geral da República para investigação sobre vazamentos indevidos de informações ou versões relativas a processos de delação premiada. A defesa de Lula alega que, além de comprometerem a própria validade do ato por contrariar expressa disposição da lei que rege o instituto (CPP, art. 157), tais vazamentos têm o claro objetivo de lançar suspeitas indevidas e difusas sobre terceiros e pode configurar, em tese, crime de abuso de autoridade (Lei nº 4.989/65, art. 4º, h).

ANÚNCIO

O pedido anterior foi feito em 17/06/2016 e tinha por  base reportagem da Folha de S. Paulo, edição 1º/06/2016, intitulada “Delação de sócio da OAS trava após ele inocentar Lula”.

"Lula e seus familiares foram submetidos a uma devassa nos últimos tempos, com a violação de suas garantias fundamentais, conforme comunicado feito à Comissão de Direitos Humanos da ONU em 28/08/2016.  Nenhuma prova foi identificada pelas autoridades, porque o ex-Presidente não praticou qualquer ato ilegal antes, durante ou depois do exercício da Presidência da República", dizem, em nota, os advogados.