Depoimento de Bumlai é novamente adiado

Roger Pereira


O juiz federal Sérgio Moro acatou pedido da defesa do pecuarista José Carlos Bumlai e adiou, novamente, o depoimento do empresário e de seu filho, Maurício Bumlai, que estava previsto para amanhã. Desta vez, o pedido de adiamento partiu dos advogados dos dois depoentes, Daniella Meggiolaro E Conrado G. De Almeida Prado, por conta do falecimento do sócio titular do escritório o qual fazem parte, Dr. Arnaldo Malheiros Filho, razão pela qual alegaram não possuírem, no momento, condições emocionais de comparecer no audiência designada.
Moro acatou o pedido, lamentou a morte do advogado e reagendou os depoimentos para o dia 30 de maio, próxima segunda-feira.
O depoimento de Bumlai na ação em que é réu por ter intermediado empréstimo de R$ 12 milhões junto ao Banco Schahin, que teriam sido usados para o pagamento de despesas de campanha do PT eque foram “quitados” com a contratação do Grupo Schahin para operar um navio sonda da Petrobras estava inicialmente marcado para o dia 25 de abril. Foi adiado para o dia 6 de maio pelo fato de o depoente ter se submetido a uma cirurgia e, novamente adiado, para o dia 25, pelo fato de Bumlai não ter recebido alta médica antes do dia 6.

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal