Emílio Odebrecht e Pedro Corrêa prestam depoimento em processo contra Lula

Andreza Rossini


Quatro testemunhas de acusação prestam depoimento ao juiz federal Sérgio Moro nesta segunda-feira (5), no processo que Lula é acusado de receber propina da Odebrecht.

O empresário Emílio Odebrecht será ouvido a partir das 14 horas na sede da Justiça Federal, em Curitiba. O ex-deputado Pedro Corrêa presta depoimento a partir das 10 horas por videoconferência de Recife.

Os ex-executivos da Odebrecht Alexandrino Alencar e João Alberto Lovera também prestam depoimentos presenciais.

São réus nesse processo o ex-presidente do grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht, o ex-ministro Antônio Palocci, o ex-assessor do ministro Branislav Kontic, o ex-presidente Lula e mais quatro pessoas.  Eles são acusados de lavagem de dinheiro.

Emílio também será ouvido como testemunha de defesa de Marcelo Odebrecht, que é filho dele. Esse caso tem audiências marcadas até, pelo menos, final de junho.

A denúncia  

Nesta ação penal é investigada a compra de um terreno, pela Odebrecht, que seria destinado à construção de uma nova sede para o Instituto Lula. Os procuradores também incluem na denúncia a compra de um apartamento vizinho ao local onde o petista mora, em São Bernardo do Campo (SP).

Depois de ouvidas as pessoas indicadas pelos procuradores, a Justiça Federal passa a colher os depoimentos das testemunhas de defesa. Foi neste processo em que o ex-presidente Lula indicou 87 pessoas para depor. A ação tem, ao todo, nove réus.

 

Previous ArticleNext Article