Dono do imóvel alugado por Lula diz que assinou recibos, mas não recebeu pagamento

Roger Pereira


A defesa de Glaucos das Costamarques, proprietário do apartamento vizinho à residência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e que aluga a Lula o imóvel, manifestou-se, nesta quinta-feira, a respeito dos recibos de pagamento de aluguel anexados pela defesa do ex-presidente ao processo. Em petição ao juiz federal Sérgio Moro, os advogados de Costamarques reconhecem que seu cliente assinou os recibos, todos de uma vez, mas dizem que ele não recebeu nenhum valor pelo aluguel do apartamento até novembro de 2015.

Na petição Costamarques relata que comprou o apartamento a pedido de seu primo, José Carlos Bumlai e, também atendendo a Bumlai, decidiu alugá-lo à ex-primeira dama Marisa Letícia. Apesar de os recibos anexados pela defesa de Lula indicarem o pagamento do aluguel desde 2011, Costamarques afirma que “o primeiro aluguel efetivamente recebido, ocorreu em novembro de 2015; tendo, após, recebido todos os alugueres até atualmente”.

Lula protocola contrato e recibos de pagamento do aluguel de apartamento

Defesa de Lula apresentou a Moro recibos de aluguel com datas inexistentes

Ele conta que, em dezembro de 2015, recebeu, no hospital Sírio Libanes, onde estava internado, a visita do advogado de Lula, Roberto Teixeira, também réu na ação penal, que lhe confirmou que os pagamentos começariam a ser feitos regularmente. Na sequência, conta, recebeu, também no hospital, a visita do contador João Leite, que foi colher as assinaturas nos recibos.

“Os recibos referentes à locação em causa foram exigidos do defendente, em razão da existência do contrato de locação, e corresponderam à confiança, amizade e grande estima que devotava ao primo (Bumlai). O fato de os recibos terem sido declarados à Receita Federal no Imposto de Renda deu-se em razão da própria existência do contrato de locação, da promessa de pagamento de todas as parcelas pelo seu primo e da orientação de que deveria, sim, declarar tais valores e sobre eles pagar o respectivo imposto”, diz a defesa de Glaucos Costamarques.

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="457467" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]