Em gravação, Moro debocha de advogados de Lula

Fernando Garcel


O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelo julgamento das ações penais da Operação Lava Jato em primeira instância, e os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entraram em conflito novamente após o depoimento do José Afonso Pinheiro, ex-zelador do Condomínio Solaris.

> Depoimento de Delcídio tem bate-boca entre defesa de Lula, MPF e Moro

Após encerrar o depoimento por videoconferência, em gravação feita pelos advogados de Lula, Moro questiona as estratégias da defesa de Lula e indaga o advogado Cristiano Zanin Martins se irá entrar com ação contra a testemunha.

“Vamos ver se [a testemunha] não vai sofrer queixa-crime ou alguma ação de indenização, a testemunha, né, por parte da defesa…”, disse Moro. A fala do juiz faz referência as tentativas da defesa de afasta-lo do processo em que o ex-presidente é réu na Lava Jato e, inclusive, pedir a prisão do magistrado por abuso de autoridade.

> Defesa de Lula reúne fotos de Moro em eventos para pedir suspeição
> Defesa de Lula pede prisão de Sérgio Moro

O advogado Cristiano Zanin Martins rebateu o juiz no mesmo tom. “Depende… Quando as pessoas praticam atos ilícitos elas respondem por seus atos. Eu acho que é isso o que diz a lei”, disse Martins. “Você vai entrar com essa indenização contra ela [a testemunha], doutor?”, perguntou Moro. “Não sei, o senhor está advogando alguma coisa para ela [testemunha]?”, questionou o advogado. “Não sei, a defesa entra contra todo mundo, com queixa-crime, indenização…”, afirmou Moro. “Eu acho que ninguém está acima da lei. Da mesma forma como as pessoas estão sujeitas a determinadas ações, as autoridades também devem estar”, disse Martins. “Tá bom, doutor. Uma linha de advocacia muito boa”, finalizou Moro. Todo o diálogo ocorreu após o fim das gravações oficiais feitas pela Justiça Federal.

[insertmedia id=”AKlWNDuOj-U”]

A Justiça Federal entrou em recesso forense nesta terça-feira (20) e retorna somente no dia 20 de janeiro de 2017 e não deve se pronunciar sobre o caso.

Depoimento de José Afonso Pinheiro

A discussão entre Moro e a defesa do ex-presidente Lula aconteceu após o depoimento do ex-zelador do Condomínio Solaris José Afonso Pinheiro. No imóvel está localizado o apartamento Tríplex, que, de acordo com o Ministério Público Federal, teria sido reformado pela construtora OAS para uso da família de Lula como forma de pagamento de propina por contratos da Petrobras.

Zelador do Triplex se ofende e chama advogados de Lula de “lixo”

Na audiência, Afonso, que disputou as eleições de outubro como candidato a vereador pelo Partido Progressista (PP) com a alcunha de Afonso Zelador do Tríplex, irritou-se com os advogados quando foi questionado sobre como se deu seu ingresso na política. Os advogados de Lula tentaram impugnar a testemunha sem sucesso e tiveram várias perguntas indeferidas pelo juiz.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="404668" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]