Ex-presidente da Andrade Gutierrez dribla imprensa na Justiça Federal

Andreza Rossini


O ex-presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Marques de Azevedo, presta depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, na sede Justiça Federal, em Curitiba, nesta quinta-feira (28). O ex-diretor da empreiteira, Paulo Roberto Dalmazzo, apontado pelo Ministério Público Federal (MPF) como um dos responsáveis pelos atos ilícitos na empresa, também é ouvido nesta tarde.

Gutierrez driblou a imprensa ao chegar na Justiça Federal. Enquanto Dalmazzo entrou pela porta da frente, o ex-presidente entrou pela garagem em um carro insufilmado. Ele foi visto, já dentro do prédio, indo prestar depoimento a portas fechadas.

Os dois foram detidos na 14ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada em junho de 2015, e  são réus no mesmo processo que investiga irregularidades envolvendo a empreiteira e a Petrobras.

Dalmazzo teve a prisão preventiva revogada há um ano, quando fechou acordo de delação premiada com o MPF. Azevedo também fechou acordo de delação e foi solto em fevereiro deste ano. Pelo acordo, eles não tem direito de ficar em silêncio. Após as oitivas de hoje, o processo deve entrar na fase de apresentação de argumentação final, tanto do MPF quanto das defesas.

A Andrade Gutierrez é suspeita de manter um esquema sofisticado para pagamento de propina à Petrobras. O Dalmazzo não prestava mais serviços a empreiteira quando foi preso, o juiz Sérgio Moro considerou que o ex-diretor poderia interferir nas investigações, mesmo desligado da empresa. Ele apareceu nas investigações por meio de depoimentos de outros delatores.

A empreiteira também firmou um acordo de leniência com diversas autoridades e se comprometeu a pagar multa de R$ 1 bilhão, em dez parcelas.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="375532" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]