Gleisi chama Dilma, Graça Foster e Requião como testemunhas de defesa no STF

Jordana Martinez

A senadora Gleisi Hoffmann, ré na Lava Jato em ação que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), incluiu como testemunhas de defesa a ex-presidente Dilma Rousseff, a ex-presidente-executiva da Petrobras Maria das Graças Foster e o senador Roberto Requião (PMDB-PR).

Gleisi foi ministra da Casa Civil no primeiro mandato de Dilma Rousseff e é acusada de receber R$ 1 milhão desviados de contratos com a Petrobras para a campanha ao Senado em 2010. Graça Foster foi presidente-executiva da Petrobras entre janeiro de 2012 e fevereiro de 2015.  Já o senador Roberto Requião votou contra o impeachment de Dilma, apesar de ser do PMDB, partido do presidente Michel Temer.

Outras testemunhas arroladas pela defesa de Gleisi Hoffmann foram o coordenador e o tesoureiro de sua campanha em 2010, José Augusto Zaniratti e Ronaldo da Silva Balthazar; Beto Ferreira Martins Vasconcelos, que foi secretário-executivo da Casa Civil enquanto Gleisi era ministra; e Ivo de Motta Azevedo Corrêa, que foi assessor da Casa Civil. Ambos foram citados nas delações premiadas do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa.

Cabe agora ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, decidir se autoriza ou não que sejam colhidos os depoimentos.


Post anteriorPróximo post
Jordana Martinez
Editora-chefe Paraná Portal
Comentários de Facebook