IPRADE questiona prisão de advogado de Gleisi

Jordana Martinez


O Instituto Paranaense de Direito Eleitoral emitiu nota pública nesta segunda-feira (27) em defesa do advogado Guilherme Gonçalves, preso neste domingo no Aeroporto de Cumbica, em São Paulo. Os advogados do Iprade, especializados em direito eleitoral, classificaram como “ilegal e abusivo” o decreto prisional contra o advogado paranaense.

De acordo com o Iprade, não se pode tolerar prisão preventiva, sem prazo, porque não houve violação à ordem pública e econômica. Segundo o Instituto, a prisão preventiva teria sido pedida sem os fundamentos previstos no Código de Processo Penal: “não demonstrados violação à ordem pública e econômica; prejuízo concreto à instrução da investigação; risco de inaplicabilidade da lei penal. Todos pressupostos inafastáveis das prisões cautelares, em conformidade com a presunção de inocência garantida pela Constituição Federal”, diz a nota.

A operação  teve como alvo principal o ex-ministro Paulo Bernardo. O Ministério Público Federal concluiu que o advogado, que trabalhou na campanha da mulher de Paulo Bernardo, Gleisi Hoffmann, ao Senado em 2010, teria recebido R$ 7 milhões do esquema de propinas do Ministério do Planejamento. Em agosto de 2015, quando foi alvo de mandado de busca e apreensão na 18ª fase da Operação Lava Jato, Gonçalves alegou que os recursos recebidos eram referentes a cinco anos de trabalho para a empresa, não tendo nenhuma relação com o Ministério do Planejamento ou com os políticos Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann.

Guilherme Gonçalves retornou neste domingo de viagem à Europa e se apresentou à Superintendência da Polícia Federal de São Paulo, onde ficou detido.

O Iprade também demonstrou solidariedade ao advogado, primeiro presidente do instituto.”Nossa solidariedade e força ao renomado eleitoralista, primeiro Presidente do Iprade. E que sua combatividade habitual nos inspire a todos, cidadãos e advogados, a fim de lutarmos contra os abusos judiciais”, conclui a nota.

Veja a nota na íntegra:

Capturar

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.