José Dirceu deve apelar da segunda condenação na Lava Jato

Fernando Garcel


Com Angelo Sfair | BandNews FM Curitiba

Apenas neste final de semana o ex-ministro José Dirceu foi intimado pela Justiça sobre a sentença do juiz Sérgio Moro, que o condenou pela segunda vez em ações penais relacionadas à Operação Lava Jato. Preso desde agosto de 2015, na 17ª fase da investigação, o endereço atual do condenado é o Complexo Médico-Penal, presídio da região Metropolitana de Curitiba. Ao receber a intimação das mãos do Oficial de Justiça, o ex-ministro-chefe da Casa Civil escreveu que pretender apelar da sentença.

> Dirceu é condenado mais uma vez na Lava Jato

Na última quarta-feira (8), José Dirceu foi condenado a mais onze anos de prisão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A ação penal investiga contratos da empresa Apolo Tubulars, que fornecia tubos para a Petrobras. Entre 2009 e 2012, segundo o Ministério Público Federal (MPF), foram pagas propinas de mais de R$ 7,14 milhões.

Lava Jato: Fachin nega liberdade a José Dirceu e Gim Argello

O dinheiro era destinado à Diretoria de Serviços da estatal e ao Partido dos Trabalhadores. O PT era quem sustentava o ex-diretor Renato Duque no cargo. Assim como o ex-ministro, ele também foi condenado.

A defesa de José Dirceu reagiu à punição. Em nota, o advogado Roberto Podval disse que não se julgam fatos, mas sim o nome de quem aparece na capa do processo. O criminalista ainda comentou que “estão matando José Dirceu e que é mais fácil mata-lo do que admitir sua inocência”. Podval ainda disse que espera que os juízes voltem a julgar os processos guiados pela Constituição e não pela opinião pública.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="419026" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]