Justiça autoriza transferência de mais quatro presos da Lava Jato

Roger Pereira


O juiz federal Sérgio Moro atendeu a solicitação do delegado da Polícia Federal Igor Romário de Paula e autorizou a remoção da Superintendência da Polícia Federal de Curitiba para o Complexo Médico Penal, em Pinhais, na Região Metropolitana, de mais quatro presos na Operação Lava Jato. Deverão ser transferidos, já nesta quarta-feira, Hilberto Mascarenhas Alves da Silva Filho, Olivio Rodrigues Junior, Marcelo Rodrigues e Luiz Eduardo da Rocha Soares, todos ligados à construtora Odebrecht, presos na 26ª fase da Operação, batizada de Xepa.

No pedido de transferência, o delegado solicitou que permanecessem na carceragem da PF apenas os colaboradores e aqueles que estão em processo de tomada de depoimentos, o que indica não haver negociação de delação premiada com tais executivos da Odebrecht.

No despacho, Moro reconhece tal peculiaridade da carceragem da PF, entende não haver condições para se abrigar um número considerável de presos e diz considerar que o Complexo Médico Legal vem atendendo satisfatoriamente aos presos da Lava Jato. “Não ouvi as Defesas antes das decisões, pois rigorosamente não há um direito de ser recolhido à prisão no local de preferência do preso”, decidiu.

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="355602" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]