Lula diz desconhecer participação de Cunha em compra de campos no Benin

Roger Pereira


O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva prestou depoimento, na tarde desta quarta-feira, como testemunha de defesa do ex-deputado Eduardo Cunha, réu em uma das ações penais relativas à Operação Lava Jato, no processo que trata da cobrança de propina para a aquisição, por parte da Petrobras, de campo de petróleo no Benin, na África.

Em videoconferência, Lula disse desconhecer as negociações da Petrobras para a compra do campo e desconhecer, também, qualquer participação de Eduardo Cunha no negócio.

Interrogado pela defesa de Cunha, o ex-presidente disse, também não ter sido de Cunha a indicação para que Jorge Zelada substituísse Nestor Cerveró na diretoria internacional da Petrobras.

“As indicações se deram da mesma forma que a dos outros membros da Petrobras. A indicação é feita por um dos partidos que compõem a base do governo. Esse nome é submetido à Casa Civil, passa pela GSI (Gabinete de Segurança Institucional) e, se não houver nada contra ele, seu nome vai para o conselho da Petrobras, que é quem decide e nomeia”, disse Lula, afirmando que tanto Cerveró quanto Zelada foram indicados pelo PMDB.

“Só exigimos que a pessoa seja tecnicamente competente. E todas essas pessoas eram muito indicadas para o cargo, tinham história dentro da Petrobras”, acrescentou.

“A Justiça agradece”

No início da audiência, ao ser comunicado pelo juiz Sérgio Moro de que estava depondo na condição de testemunha de um processo em que não é réu e que, por isso, tinha o compromisso de falar a verdade, sob pena de ser acionado posteriormente, Lula disse que, apesar de orientado por sua defesa que tinha sim o direito de ficar em silêncio, preferia falar.

“Fui comunicado pelos meus advogados que não seria necessário eu responder, mas faço questão de responder, pois o maior interessado na verdade sou eu”, disse o ex-presidente. “A Justiça agradece”, respondeu Moro. O juiz, no entanto, não fez nenhuma pergunta ao ex-presidente.

O Ministério Público Federal fez apenas uma, questionando quais partidos indicaram cargos para a Petrobras. “Todos que compunham o governo”, respondeu Lula. A audiência, dominada por perguntas da defesa de Cunha, durou menos de 10 minutos.

Veja o depoimento:

[insertmedia id=QJGgtFSCOjk]

 

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="400536" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]