Lula e a Operação Lava Jato

O ex-presidente Lula é investigado na Lava Jato por conta de obras feitas por empreiteiras envolvidas no escândalo de corrupção na Petrobras em um apartamento triplex no Guarujá e um sítio em Atibaia que, apesar de não estarem registrados em nome do ex-presidente, eram utilizados por Lula e sua família. Lula é investigado por lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio. Por não possuir mais foro privilegiado, benefício de políticos em exercício de mandato ou de ocupantes de cargos públicos como o de Ministro de Estado, Lula voltou a ser investigado em primeira instância, no âmbito da Justiça Federal do Paraná, que tem o juiz Sérgio Moro como responsável pelos processos relativos à Lava Jato.