Manifestantes fazem ato de apoio a Sérgio Moro

Roger Pereira


*Com informações de Narley Resende

Sabendo que o juiz federal Sérgio Moro, titular da 13ª Vara Criminal de Curitiba, responsável pelas ações penais da Operação Lava Jato na primeira instância, participa, na tarde desta quinta-feira, do 12º Simpósio Nacional de Direito Constitucional, no Teatro Guaíra, no centro de Curitiba, cerca de 50 manifestantes reuniram-se na praça Santos Andrade, em frente ao teatro para um ato de apoio ao magistrado.

Convocado pelo movimento “Mais Brasil, Eu Acredito”, o ato é um desagravo a Moro diante de críticas que a operação vem sofrendo e diante das notícias de movimentações políticas com interesse em “esfriar” a operação. “O povo na rua não vai deixar a Lava Jato parar até que ela conclua a limpa que está fazendo na política brasileira”, disse a advogada Alessandra Vargas, uma das integrantes do movimento.

 

O Simpósio

Para discutir a preservação da liberdade no estado contemporâneo, o 12.º Simpósio Nacional de Direito Constitucional reúne de hoje até sábado, em Curitiba, ícones da área, como o professor Dalmo Dallari, e protagonistas dos atuais embates jurídicos e políticos do Brasil.

Entre eles, o juiz Sérgio Moro e os ministros do STF Gilmar Mendes, Luiz Edson Fachin, Luiz Fux, Luís Roberto Barroso e Dias Toffoli. Preservação da liberdade e do livre arbítrio, limites para intervenção e respeito à pluralidade são alguns dos assuntos que devem permear os debates.

Esse mesmo teatro, em 1978, se tornou símbolo de resistência à ditadura militar e de luta pela restauração da democracia. Era uma conferência nacional de advogados. O tema, o Estado de Direito. Passados 38 anos, juristas voltam a discutir a Constituição e o Estado de Direito em um dos momentos mais conturbados da vida política do país.

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal