Moro inicia audiências da 41ª fase da Lava Jato

Andreza Rossini


O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas ações em primeira instância da Operação Lava Jato, começa a ouvir as testemunhas de acusação do processo referente a 41ª fase da Operação Lava Jato, nesta segunda-feira (24).

Batizada de Poço Seco, a operação tem como alvo o ex-gerente da área Internacional da Petrobras, Pedro Augusto Xavier e o ex-banqueiro, José Augusto Ferreira dos Santos.

Eles e outras cinco pessoas, relacionadas a um total de cinco contas mantidas na Suíça e nos Estados Unidos, são suspeitos de terem recebido pagamentos ilícitos, entre 2011 e 2014, que totalizaram mais de US$ 7 milhões e são investigados neste novo desdobramento da operação.

Hoje serão ouvidos, a partir das 14 horas, na sede da Justiça Federal do Paraná, em Curitiba, o ex-gerente Eduardo Costa Vaz Musa, e os auditores Rafael de Castro da Silva e Luis Eduardo Alves do Nascimento.

Em seguida, também serão interrogadas as testemunhas de defesa Benício Shetini Frazão, Daniel Zaine, Rafael Ottoni Martins, Claudia Tovres Volpon e Fausto Machado Coelho.

Poço Seco

Segundo a Polícia Federal a ação investiga complexas operações financeiras realizadas a partir da aquisição pela Petrobras de direitos de exploração de petróleo em Benin, África, com o objetivo de disponibilizar recursos para o pagamento de vantagens indevidas a ex-gerente da área de negócios internacionais da empresa. Os investigados devem responder pela prática dos crimes de corrupção, fraude em licitações, evasão de divisas, lavagem de dinheiro dentre outros.

O Poço Seco é uma referência aos resultados negativos do investimento realizado pela Petrobras na aquisição de direitos de exploração de poços de petróleo em Benin.

 

 

 

Previous ArticleNext Article