Moro autoriza perícia em novos HDs do sistema de propina da Odebrecht

Jordana Martinez


O juiz Sergio Moro autorizou perícia em dois HDs e um pen drive que armazenam cópia do sistema Drousys, usado para gerenciar o pagamento de propinas pela Odebrecht. O material foi enviado por autoridades suíças “por meio de assistência jurídica internacional”,  já que parte do sistema estava armazenada em servidores naquele país.

O pedido foi feito pelo MPF-PR (Ministério Público Federal), na última quinta-feira (07), no processo em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é acusado de receber uma propina milionária da Odebrecht.

Na última sexta-feira (8), a defesa de Lula pediu a Moro que a perícia não fosse autorizada já que os dados fazem parte de outras ações.

“Então não há qualquer invalidade na utilização da prova para este feito ou em outros relativos à Operação Lavajato, observadas as restrições decorrentes da exigência de dupla incriminação, sendo ainda de se apontar que eventual reclamação quanto à violação dos limites da cooperação cabe às autoridades suíças e não ao ora acusado, já que tratados estabelecem compromissos entre pessoas jurídicas de direito internacional”, afirmou Moro no despacho.

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.