Operação Lava Jato
Compartilhar

Moro devolve o passaporte de Cláudia Cruz, mas restringe viagens

Em despacho publicado nesta quarta-feira, o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas ações penais em primeira instânc..

Roger Pereira - 24 de agosto de 2016, 21:08

Em despacho publicado nesta quarta-feira, o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas ações penais em primeira instância da Operação Lava Jato, na 13ª Vara Federal de Curitiba, deferiu o pedido da mulher do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, Cláudia Cruz, para que seu passaporte fosse devolvido. O juiz destacou que partiu da própria defesa da jornalista a entrega do passaporte ao juízo, não havendo decisão judicial de confiscá-lo, Moro destacou, no entanto, que como é ré de processo penal, podendo ser, a qualquer momento, convocada a prestar esclarecimentos, eventuais viagens ao exterior de Cláudia Cruz devem ser comunicadas à Justiça.

ANÚNCIO

Cláudia responde por crime de lavagem de dinheiro, corrupção e evasão fraudulenta de divisas, por conta da utilização de recursos depositados em contas em seu nome na Suíça que teriam origem em propinas pagas a Eduardo Cunha por contratos da Petrobras.

A defesa da jornalista alegou que as provas obtidas pelo Ministério Público Federal junto a autoridades suíças não poderiam ser utilizadas para sustentar o crime de evasão de divisas, por não haver esta tipificação de crimes naquele país. Sérgio Moro, no entanto, acatou parecer do Ministério Público Federal, que informou que não há nenhuma restrição elencada pelos suíços quanto ao uso das provas no acordo de colaboração, indeferindo o pedido dos advogados de Cláudia Cruz.

http://paranaportal.uol.com.br/operacao-lava-jato/mpf-afirma-que-joao-santana-e-monica-moura-mentiram-sobre-caixa-2/

ANÚNCIO

http://paranaportal.uol.com.br/operacao-lava-jato/executivos-da-utc-confirmam-propina-a-argello/

http://paranaportal.uol.com.br/operacao-lava-jato/executivos-da-oas-ficam-em-silencio-apos-cancelamento-de-delacao/