Moro manda soltar executivo da Odebrecht

Andreza Rossini


Repórter Thaissa Martiniuk da Band News Curitiba – O juiz Sérgio Moro aceitou nesta quarta-feira (15), o pedido da defesa para que o executivo da Odebrecht, Hilberto Mascarenhas, fique em prisão domiciliar. Mascarenhas foi preso durante a 26ª fase da Operação Lava jato e está detido no Complexo Médico Penal, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). O executivo deve colocar tornozeleira eletrônica nos próximos dias e vai aguardar a finalização do processo em casa.

De acordo com os advogados, o executivo passou por uma cirurgia na cabeça no ano de 2009 para a retirada de um tumor e segue em acompanhamento médico. Em despacho, Moro acatou o pedido da defesa parcialmente e esclareceu que a possibilidade de que a Odebrecht esteja negociando um acordo de leniência ou delação premiada influenciou na decisão. Hilberto Mascarenhas é apontado nas investigações como operador de propinas por meio de offshores (empresas abertas em paraísos fiscais).

A denúncia da 26ª fase da Lava Jato trata do setor de operações estruturadas da Odebrecht, que funcionava como uma espécie de indústria de propina dentro da empresa. A partir das investigações, em planilhas e trocas de e-mails, Mascarenhas foi apontado como um dos chefes de operações deste setor e era quem fazia o pagamento de propina da Odebrecht. O departamento todo teria movimentado R$ 46 milhões.

Previous ArticleNext Article