Moro manda transferir ex-assessor de Palocci que tentou suicídio em cela da PF

Roger Pereira

Do UOL

O juiz federal Sérgio Moro determinou a transferência do antigo assessor do ex-ministro Antonio Palocci da Superintendência da Polícia Federal no Paraná para o Complexo Médico-Penal de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, onde estão os presos da Operação Lava Jato.

Preso na Operação Omertá, na última semana de setembro, Branislav Kontic tentou suicídio na cela da PF, ingerindo 40 comprimidos no sábado, 1º de outubro.

Brani, como é conhecido, foi levado ao Hospital Santa Cruz, em Curitiba, “para acompanhamento médico e a realização de exames”, segundo a PF. Ao pedir autorização para remover Brani, o delegado Igor Romário de Paula argumentou que no Complexo Médico, o ex-assessor de Palocci ficará “sob acompanhamento especializado e a disposição deste juízo”.

Na segunda-feira, 3, Moro autorizou o deslocamento de Brani para o Complexo Médico Penal.


Post anteriorPróximo post
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal
Comentários de Facebook