Moro pede que auditoria entregue informações sobre atuação de Lula na Petrobras

Jordana Martinez


BandNewsCuritiba

O juiz federal Sérgio Moro deu prazo de 30 dias para que a KPMG informe a Justiça Federal do Paraná se existem provas de atos de corrupção e atos ilícitos na Petrobras com a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A KPMG é uma empresa responsável por uma auditoria independente na estatal. Moro fez o pedido de informações na última sexta-feira (31), na segunda ação penal a que Lula responde na Justiça Federal do Paraná.

No processo em questão, é investigada a compra de um terreno, pela Odebrecht, que seria destinado à construção de uma nova sede para o Instituto Lula, além da compra de um apartamento vizinho ao local onde o petista mora, em São Bernardo do Campo (SP).

O ex-presidente ainda responde a outra ação, que investiga a compra e reforma de um apartamento triplex no Guarujá, litoral paulista, e o aluguel de depósitos para a guarda de bens presidenciais. O processo do Caso Triplex está em fase adiantada. Já foram ouvidas todas as testemunhas e, neste mês, o juiz Sérgio Moro ouve os réus do processo. O interrogatório do ex-presidente está marcado para o dia 3 de maio. Lula nega todas as acusações.

Previous ArticleNext Article
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.
[post_explorer post_id="422899" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]