Operação Lava Jato
Compartilhar

Moro revoga prisões de demais presos da 34ª Fase

O juiz federal Sérgio Moro revogou, nesta segunda-feira, as prisões temporárias dos outros sete investigados presos junt..

Roger Pereira - 26 de setembro de 2016, 19:09

O juiz federal Sérgio Moro revogou, nesta segunda-feira, as prisões temporárias dos outros sete investigados presos junto com o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega (solto cinco horas depois) na última quinta-feira durante a 34ª Fase da Operação Lava Jato, batizada de Arquivo X. O juiz determinou a soltura de Luiz Cláudio Machado Ribeiro, Ruben Maciel da Cossta Val, Luiz Eduardo Carneiro, Danilo Souza Baptista, Francisco Corrales Kindelan, Luiz Eduardo Neto Tachard e Júlio César Oliveira Silva.

ANÚNCIO

Ao decidir pela revogação das prisões, o juiz indeferiu pedido do Ministério Público Federal para que fosse decretada a prisão preventiva de Júlio Cesar Oliveira Silva, impondo a ele as mesma medidas cautelares alternativas sugeridas para os demais presos: compromisso de comparecimento a todos os atos do processo e atenderem às intimações, mesmo no inquérito, por telefone; proibição de deixar a residência por mais de 30 dias sem pedir autorização do Juízo; e - proibição de deixar o país sem autorização do Juízo, devendo entregar seus passaportes à Justiça.

“Não obstante a gravidade em concreto dos fatos, especialmente em um quadro de corrupção sistêmica, aparenta ser necessário o aprofundamento da colheita e do exame das provas, especialmente o rastreamento dos valores e eventual confirmação de pagamentos efetuados a agentes da Petrobrás. No contexto, não é o caso, por ora, de decretação da prisão preventiva, sem prejuízo de nova análise futura, após aprofundamento das investigações”, despachou o juiz.