Moro volta a interrogar Emílio Odebrecht nesta segunda-feira

Mariana Ohde


O juiz federal Sérgio Moro volta a interrogar o dono da empreiteira Odebrecht, Emilio Odebrecht, nesta segunda-feira (12). A retomada do depoimento é uma decisão do Tribunal Federal Regional da 4ª Região (TRF4), atendendo a pedido da defesa de Lula – o processo em questão apura o pagamento de propina por meio de um terreno que seria destinado à construção da nova sede do Instituto Lula e de um apartamento em São Bernardo do Campo (SP).

A defesa pediu novo depoimento porque o Ministério Público Federal (MPF) teria acrescentado documentos ao processo e não houve tempo hábil para analisá-los antes do primeiro interrogatório. O ex-executivo da empreiteira Alexandrino de Alencar, também será interrogado novamente.

Além deles, outros nove depoimentos devem acontecer ainda hoje; entre eles, o do ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo e Tarso Genro, ex-governador do Rio Grande do Sul e ex-ministro de Lula.

Além de Lula, são réus neste processo Marcelo Odebrecht, o ex-ministro Antônio Palocci e o ex-assessor Branislav Kontic, que teriam intermediado o pagamento. As defesas negam, assim como a defesa de Lula, que argumenta que o instituto não chegou a ser construído e o apartamento era alugado pelo ex-presidente desde que ele ocupava o cargo.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="436612" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]