Mulher de Cabral quer saber para onde foi seu dinheiro apreendido

Roger Pereira


Por Thaissa Martiniuk / BandNews FM Curitiba

A defesa de Adriana Ancelmo, esposa do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, quer saber o destino dos 11 milhões de reais bloqueados quando foi presa na Lava Jato. Os advogados de Ancelmo entraram com um recurso (embargos de declaração) pedindo que o juiz Sérgio Moro modifique a sentença em que ela foi absolvida e inclua informações sobre o patrimônio que ainda está indisponível.

Na absolvição, Moro não faz nenhuma menção ao dinheiro. De acordo com os advogados de Adriana Ancelmo, alguns veículos de imprensa chegaram a noticiar que o juiz transferiu a responsabilidade sobre esses recursos para a 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro. A defesa quer que Moro corrija a omissão e declare qual a decisão sobre os valores bloqueados. No mesmo recurso, os advogados ainda argumentam que o dinheiro deveria ser devolvido à Adriana Ancelmo, uma vez que ela foi absolvida das acusações.

Em decisão do dia 14 de junho, o juiz Sérgio Moro esclareceu que apesar da absolvição pela 13ª Vara Federal de Curitiba, a esposa do ex-governador do Rio de Janeiro responde a outras ações penais no estado fluminense. Desta forma, Moro explica que os recursos podem constituir produto de crime lavagem de dinheiro e devem ser submetidos a outro juízo. Portanto, ao invés de determinar a liberação dos valores, o magistrado preferiu transferi-los para contas indicadas pelo juiz Marcelo Bretas, que julga ações penais da Lava Jato no Rio de Janeiro.

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="439616" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]