Nova lista de Janot pede 83 investigações sobre políticos delatados pela Odebrecht

Fernando Garcel


O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) 83 pedidos de abertura de inquéritos para investigar parlamentares citados nas delações dos executivos da construtora Odebrecht. Como as delações estão sob sigilo, a lista com o nome dos políticos e ministros não foi divulgada.

Além das investigações sobre políticos com foro privilegiado, Janot também solicitou 211 declínios de competência para instâncias inferiores da Justiça, além de 7 arquivamentos e 19 providências. Nesse caso, governadores investigados, por exemplo, tem a instância máxima no Supremo Tribunal de Justiça (STJ). Agora, cabe ao relator da Operação Lava Jato no STF, ministro Edson Fachin, avaliar se autoriza as investigações e levantar o sigilo do documento.

Há dois anos, Janot havia solicitado a investigação sobre o envolvimento de 47 parlamentares e ex-parlamentares. Na época, o nome dos parlamentares foi divulgada. Entre eles, o deputado Waldir Maranhão (PP-MA), deputado Roberto Pereira de Britto (PP-BA), senador Antônio Anastasia (PSDB-MG), senador Fernando Collor de Melo, entre outros. Desde então, apenas quatro se tornaram réus, entre eles o deputado Nelson Meurer (PP-PR), a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), o deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE) e o senador Valdir Raupp (PMDB-RO).

> Devagar, ‘lista de Janot’ começa a crescer no STF

Delações da Odebrecht

As delações da Odebrecht foram homologadas em janeiro pela presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, após a morte do relator, Teori Zavascki, em acidente aéreo. Foram colhidos pela Procuradoria-Geral da República (PGR) 950 depoimentos de 77 delatores ligados à empreiteira.

Ao todo, o material envolvendo as delações da Odebrecht envolve 320 pedidos ao Supremo. Além dos 83 pedidos de abertura de inquéritos, são 211 solicitações para desmembramento das investigações para a primeira instância da Justiça, sete arquivamentos e 19 pedidos cautelares de providências.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="419235" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]