OAS terá que prestar contas sobre palestras de FHC

Jordana Martinez


Em ofício expedido nesta segunda-feira (21), o juiz da Lava Jato, Sergio Moro, deu prazo de 20 dias para que a empreiteira OAS informe se contratou palestras de outros ex-presidentes da República, além de informar os valores e os eventos realizados. Moro também quer saber se foram feitas doações para institutos mantidos por ex-presidentes.

“a) se contratou palestras de outros ex-Presidentes da República do Brasil  e, caso seja positiva a resposta, indique os eventos e valores envolvidos; b) se fez doações a institutos mantidos por outros ex-Presidentes da República do Brasil ou à entidades a eles relacionadas e, caso seja positiva a resposta, indique datas e valores envolvidos”, diz o documento.

O pedido foi feito pela defesa de Lula na ação penal em que o MPF acusa o ex-presidente de receber R$ 3,7 milhões em propinas da OAS entre 2006 e 2012.

Palestras de FHC

Entre 2011 e 2014, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso realizou uma série de palestras para empreiteiras Odebrecht, Andrade Gutierrez e Camargo Correa, investigadas pela Lava Jato. Os valores chegariam a R$ 27 milhões.

Na época em que as informações viera a tona, em junho de 2015, ele foi questionado sobre qual a diferença entre os pagamentos feitos a Lula, e afirmou: “A minha palestra eu dou e vocês assistem…  aqui o recurso é para fazer o que nós estamos fazendo –não tem nenhuma relação com política, partido”, disse Fernando Henrique.

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.