Odebrecht vai pagar multas de seus executivos delatores

Roger Pereira


Às vésperas da homologação do acordo de delação premiada de 77 de seus acionistas, funcionários e ex-funcionários, o grupo Odebrecht, mair empreiteira do país, comprometeu-se a pagar as multas individuais que serão impostas pelo Ministério Público Federal a cada um dos aspirantes a colaborador, para viabilizar o acordo.

A companhia, que já desembolsará R$ 6,8 bilhões no maior acordo de leniência já firmado no mundo, com autoridades brasileiras, americanas e suíças, deverá investir mais R$ 500 milhões ao arcar com as multas dos delatores.

A estratégia difere do que fizeram, por exemplo, Camargo Corrêa e Andrade Gutierrez, que, fizeram com que cada um de seus executivos e ex-executivos delatores arcassem com as próprias multas.

 

A multa dos executivos foi calculada a partir do valor dos salários que eles receberam da Odebrecht nos últimos dez anos e dos bônus que ganharam no mesmo período, muitas vezes depois de o grupo garantir um contrato de obra pública a partir do pagamento de propina a políticos e funcionários públicos, podendo chegar a até 30% do valor recebido pelo funcionário.

 

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal