Palocci será interrogado na Lava Jato no dia 19 de abril

Mariana Ohde


Por Tabata Viapiana, CBN Curitiba

O ex-ministro Antônio Palocci, que está preso em Curitiba há mais de cinco meses, vai prestar depoimento ao juiz Sérgio Moro no dia 19 de abril. Será o primeiro interrogatório de Palocci na condição de réu da Operação Lava Jato. Como não é delator, o ex-ministro tem o direito de permanecer em silêncio.

Palocci foi denunciado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. De acordo com a força-tarefa da Lava Jato, ele teria atuado diretamente para favorecer a Odebrecht em grandes contratos com o Governo Federal. Em troca, a empreiteira teria repassado propina de pelo menos R$ 128 milhões ao PT.

Além de Palocci, a ação penal tem mais 14 réus – todos com depoimentos agendados pelo juiz Sérgio Moro. O ex-presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, vai ser ouvido no dia 10 de abril. É a primeira vez que o executivo será interrogado por Moro como colaborador da Lava Jato.

Em 17 de abril, estão marcados os depoimentos do ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, e do ex-diretor de serviços da Petrobras, Renato Duque. Ambos estão presos há quase dois anos e já foram condenados na Lava Jato. Em todos os interrogatórios anteriores à Justiça, eles sempre ficaram em silêncio.

No dia 18 de abril, será a vez do casal de marqueteiros do PT, João Santana e Mônica Moura. As audiências da ação encerram com o interrogatório de Palocci. Todos os depoimentos são presenciais, ou seja, os réus ficam frente a frente com o juiz Sérgio Moro.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="417533" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]