câmara de apucarana
Compartilhar

PF cumpre mandados no RJ em desdobramento da Lava Jato

A Polícia Federal (PF) cumpriu, na manhã desta segunda-feira (3), oito manados de prisão no Rio de Janeiro em mais um de..

Mariana Ohde - 03 de julho de 2017, 07:07

A Polícia Federal (PF) cumpriu, na manhã desta segunda-feira (3), oito manados de prisão no Rio de Janeiro em mais um desdobramento da Operação Lava Jato, a Operação Ponto Final. A operação tem como alvo um esquema criminoso no transporte rodoviário do estado. Também há mandados de busca e apreensão sendo cumpridos no Paraná e em Santa Catarina, além das cidades de São Gonçalo e Paraíba do Sul, ambas no Rio.

ANÚNCIO

Os mandados foram expedidos pelo juiz federal Marcelo Bretas, da 7.ª Vara Federal Criminal do Rio, responsável pelas investigações relacionadas ao ex-governador Sérgio Cabral (PMDB).

Ao todo, foram expedidos nove mandados - um deles cumprido ontem (2), contra Jacob Barata Filho, empresário do ramo. Ele foi preso no Aeroporto Internacional Tom Jobim quando embarcava para Portugal.

Rogério Onofre, ex-presidente do Departamento de Transportes Rodoviários do Rio (Detro), foi preso na ação de hoje em Florianópolis e Lélis Marcos Teixeira, presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor), que já foi alvo de condição coercitiva, agora tem um mandado de prisão em seu nome. Também é alvo José Carlos Lavoura, integrante do conselho da Fetranspor, que está em Portugal e deve ser procurado pela Interpol. Marcelo Traça Gonçalves, presidente do Sindicato de Empresas de Transporte Rodoviário do Rio de Janeiro, é outro alvo.

ANÚNCIO

Segundo a PF, os investigados nesta fase teriam pagado cerca de R$ 260 milhões em propina para políticos. Só Onofre teria negociado cerca de R$ 40 milhões. A operação é baseada nos depoimentos, de delação premiada, de Jonas Lopes, ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado e do doleiro Álvaro Novis.