Operação Lava Jato
Compartilhar

Políticos arrolados por Lula são intimados a depor

A juíza Gabriela Hardt, substituta de Sérgio Moro (que está em férias) na 13ª Vara Federal de Curitiba, notificou, nesta..

Roger Pereira - 24 de janeiro de 2017, 21:01

A juíza Gabriela Hardt, substituta de Sérgio Moro (que está em férias) na 13ª Vara Federal de Curitiba, notificou, nesta terça-feira, ministros, e parlamentares arrolados pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua mulher, Marisa Letícia, como testemunhas de defesa em ação penal que julga a denúncia de lavagem de dinheiro e ocultação de bens referentes, entre outras acusações ao caso do apartamento tríplex no Guarujá que seria cedido pela construtora OAS à família de Lula como pagamento de propina em três contratos da construtora com a Petrobras.

ANÚNCIO

Foram notificados, nesta terça-feira, o senador Romero Jucá, os deputados Henrique Fontana Jr. e Arlindo Chinaglia, os ministros Gilberto Kassab e Henrique Meirelles e o ministro do Tribunal de Contas da União José Múcio Monteiro,. Pela prerrogativa dos cargos que ocupam, todos eles poderão escolher entre quatro datas apresentadas pela juíza para prestarem seus depoimentos, por videoconferência, a partir da sede da Justiça Federal do Distrito Federal.

A todos foram oferecidas as mesmas datas para os depoimentos: os dias 1°, 7 ou 8 de março.

Uma das testemunhas intimadas, o ministro do TCU José Múcio Monteiro até já respondeu ao ofício da juíza. No entanto, ele informou que não estará no Brasil em nenhuma das quatro datas sugeridas e propôs-se a prestar depoimento nos dias 14 ou 15 de março.