Processo de Palocci se aproxima do fim

Narley Resende


Metro Jornal Curitiba

O MPF (Ministério Público Federal) pediu ontem a condenação de Antonio Palocci e mais 14 réus em um processo da Lava Jato que julga repasses da empreiteira Odebrecht ao PT por intermédio do ex-ministro.

O pedido foi feito nas alegações finais do processo, documento que as defesas devem encaminhar até o próximo dia 14. A partir deste dia, o juiz pode dar a sentença a qualquer momento.

Palocci pode ser condenado em meio à tratativa de fechar uma delação, que se consolidou quando ele destituiu seu antigo advogado, José Roberto Batochio, e contratou Adriano Bretas, que já conduziu outros acordos. Bretas não comenta o assunto.

Se vier a ser fechada, a delação pode complicar a situação de vários envolvidos, inclusive o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que também será julgado em breve. A partir de 20 de junho, o juiz Sérgio Moro poderá dar a sentença contra o ex-presidente no processo sobre o tríplex do Guarujá.

Delação da OAS

Ontem a defesa de Lula pediu ao STF (Supremo Tribunal Federal) acesso aos processos da delação do ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, que negocia há meses sua segunda tentativa de fechar delação. Os advogados querem “os detalhes dessas delações, inclusive para verificar se houve eventual condicionamento dos benefícios à tentativa de incriminação de Lula”. A defesa da OAS não fala sobre o tema.

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="434495" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]