Ronan Maria Pinto é solto após pagar fiança de R$ 1 milhão

Roger Pereira


O empresário Ronan Maria Pinto, réu da 27ª fase da Lava Jato, deixou a prisão nesta sexta-feira, 08, depois de pagar uma fiança no valor de um milhão de reais. Agora, o empresário passa a cumprir prisão em regime domiciliar com o uso de uma tornozeleira eletrônica. O habeas corpus foi acolhido na quarta-feira pela maioria dos desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região, com sede em Porto Alegre.

Além do pagamento da fiança, o Tribunal ainda determinou que o empresário fique em casa durante os finais de semana e à noite. Ele também vai precisar se apresentar à Justiça a cada três meses. O empresário está preso desde 1.° de abril. Ele é investigado por suspeita de ser o destinatário final de R$ 6 milhões de um empréstimo fraudulento de R$ 12 milhões do Banco Schahin para o pecuarista José Carlos Bumlai.

De acordo com as investigações, Ronan Maria Pinto, empresário dono do jornal Diário do Grande ABC, recebeu R$ 6 milhões do esquema de corrupção na Petrobras. A quantia, conforme o MPF, foi repassada por meio de um empréstimo de R$ 12 milhões feito pelo pecuarista José Carlos Bumlai junto ao Banco Schahin. Deste total, os outros R$ 6 milhões foram destinados a campanhas eleitorais com apoio do PT.

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal