Em Curitiba, Segóvia promete a Moro aumentar equipe da Lava Jato

Jordana Martinez

Redação com Tv Band Curitiba

O diretor-geral da PF, Fernando Segóvia afirmou, nesta quinta-feira (21), em Curitiba, que a equipe da Lava Jato no Paraná será reforçada em 2018.

Segóvia, que está em Curitiba para participar da cerimônia de posse do novo superintendente regional da Polícia Federal (PF) no Paraná, Maurício Valeixo, esteve reunido com o juiz Sergio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato em Curitiba.

Ao deixar o prédio da Justiça Federal, Segovia prometeu aumentar o efetivo da PF e atuar ao lado do judiciário.


“Houve já uma conversa dentro da superintendência da Polícia Federal no Paraná. A equipe do doutor Valeixo já está preparando um documento com os números para ampliar o número de investigadores no Paraná; investigadores de rua, delegados como também peritos. Então a ideia é que a Polícia Federal amplie para dar uma resposta à sociedade para a melhoria e amplitude da Lava Jato”, afirmou aos jornalistas.

Condução coercitiva

Segóvia também comentou a decisão do ministro Gilmar Mendes de proibir a condução coercitiva, medida usada por Moro para interrogar Lula.

“Havendo uma decisão do ministro do STF mandando suspender as conduções coercitivas, elas não mais serão feitas pela PF até que haja uma decisão do plenário do Supremo decidindo se vai haver ou não esse instituto da condução coercitiva”, disse.

Na tarde desta quinta-feira, o delegado Maurício Leite Valeixo tomará posse como novo superintendente regional da PF no Paraná. Valeixo já comandou a PF entre 2009 e 2011. Ele assume no lugar de Rosalvo Ferreira Franco, que esteve à frente da Lava Jato desde o início da operação.

Post anteriorPróximo post
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.