STF encaminha pedido de inquérito contra Jaques Wagner para Moro

Narley Resende


O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta quinta-feira (9) o envio para análise do juiz federal Sérgio Moro de um pedido de abertura de inquérito para investigar o ex-chefe da Casa Civil Jaques Wagner (PT).

O pedido de investigação apresentado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, chegou ao Supremo por meio de um processo oculto – o mais alto grau de sigilo das ações que tramitam na corte.

“Ocorre que Jaques Wagner foi exonerado do cargo que ocupava, não exercendo, no momento, nenhuma função sujeita à jurisdição penal do STF. Deve o feito, portanto, ser submetido ao conhecimento da 13ª Vara da Justiça Federal no Paraná [Moro], inclusive para verificar a conexão entre os fatos aqui narrados e aqueles imbricados no complexo investigativo denominado Operação Lava­Jato e para adotar as providências que entender cabíveis sobre os fatos aqui expostos”, escreveu o procurador.

A decisão do ministro não faz referência à linha de investigação requerida pelo procurador-­geral para o caso. Porém, Janot já havia pedido ao STF, no dia 28 de abril, a inclusão do ex-presidente Lula, dos ministros Jaques Wagner, Edinho Silva, e Ricardo Berzoini, no inquérito mãe da Operação Lava Jato perante à Corte.

Previous ArticleNext Article