STJ nega suspeição de Moro em novo pedido da defesa de Lula

Jordana Martinez


O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou mais um recurso da defesa do ex-presidente Lula para que fosse decretada a suspeição do juiz federal Sérgio Moro no caso do tríplex do Guarujá.

O recurso é  um novo pedido de suspeição feito pelos advogados de Lula contra o juiz da Lava Jato, que condenou o ex-presidente a nove anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex.

Na semana passada, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) já havia negado o pedido de suspeição contra o magistrado no caso do tríplex.

Por unanimidade, a Quinta Turma do STJ rejeitou o recurso contra a decisão do TRF4. O acórdão do julgamento foi publicado nesta quarta-feira (25). Os ministros Jorge Mussi, Reynaldo Soares da Fonseca, Ribeiro Dantas e Joel Ilan Paciornik seguiram o entendimento do relator ministro Felix Fischer, que em setembro já havia negado monocraticamente o recurso.

Ao concordar com o TRF4, os ministros do STJ entenderam que, para analisar a pretensão da defesa, seria preciso reexaminar as provas do processo que levou à condenação de Lula, o que não seria possível dentro de um recurso especial, classe processual dentro da qual foi feito o pedido de suspeição.

No pedido, a defesa de Lula argumentou que Moro teria sido parcial ao condenar o ex-presidente, ordenando conduções coercitivas e interceptações telefônicas ilegais, bem como levantado ilegalmente o sigilo profissional dos advogados do petista ao grampear seus telefones.

 

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.