Tribunal nega mais um recurso de Lula

Roger Pereira


A 8ª Turma do Tribunal Regional da 4ª Região não conheceu, em sessão realizada nesta quarta-feira, habeas corpus em favor do ex-presidente Lula relativo à ação penal que ele responde na 13ª Vara Federal de Curitiba referente à denúncia de pagamento de propina pela OAS ao ex-presdiente através da aquisição e reforma de um apartamento tríplex no Guarujá e do transporte e armazenamento de bens retirados por Lula do Palácio Alvorada.

No habeas corpus, movido, também, em favor da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, a defesa do ex-presidente questiona o foro para o julgamento da ação, que tramita em Curitiba por conta de sua relação com a Operação Lava Jato e alega a suspeição do juiz federal Sérgio Moro, responsável pelo caso, citando situações e declarações de Moro que, para a defesa, configurariam pré-julgamento e tendência condenatória do magistrado.

A turma julgou prejudicado o processo em relação a Marisa Letícia, visto que a ex-primeira-dama faleceu em fevereiro, e seguiu o voto do relator do caso, desembargador João Pedro Grebran Neto, não conhecendo o processo quanto ao paciente Luiz Inácio Lula da Silva. Entre os argumentos acatados pelos desembargadores, destacam-se que tanto o foro adequado para a tramitação do processo quanto a alega suspeição de Moro já foram julgados em outros processo.

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="420821" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]