Osmar Terra critica governadores e diz que quarentena está quebrando o país

Vinicius Cordeiro

osmar terra governadores curva coronavírus

Osmar Terra, deputado federal (MDB-RS) e médico, fez uma nova crítica aos governadores pela quarentena definida como forma de combate ao coronavírus. O ex-ministro da Cidadania do governo Jair Bolsonaro argumentou nesta terça-feira (28) que a medida restritiva não conteve o avanço da doença no país.

“Para que era mesmo a quarentena imposta pelos governadores? P achatar a curva de progressão do coronavírus? Pois é.. não aconteceu. A quarentena não reduziu um caso da doença e está quebrando o país, inutilmente! Vejam progressão da curva no Brasil em 45 dias. Parece achatada? Não”, publicou em seu Twitter.

Os gráficos divulgados por Osmar Terra são balanços do governo federal. Conforme os números do Ministério da Saúde, o Brasil tem 4.543 mortes e 66.501 casos confirmados.

O deputado federal segue no tom do atual governo. Além de elogiar posturas do presidente Jair Bolsonaro – e criticar os governadores – no combate à pandemia, Terra foi um dos críticos ferrenhos ao trabalho de Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde.

Além disso, vale lembrar que Osmar Terra estimou, em março, que o coronavírus mataria, no máximo, 2.100 pessoas. O número de referência usado por ele foram o de óbitos causados pela gripe suína (H1N1) entre 2009 e 2010.

“Não tem uma criança na Itália, um adulto jovem em UTI na Itália. Todo mundo tem que trabalhar, os grupos de risco lavando a mão… Ou a economia vai quebrar e vão querer colocar a culpa no presidente. Bolsonaro foi corajoso”, disse ele em um debate promovido pelo UOL.

Ontem (27), Osmar Terra disse ao colunista Tales Faria que não se arrepende da previsão, apesar de admitir que as mortes são “um cálculo difícil de fazer com muita antecedência”.

Entretanto, ele rebate os números estimados pelo virologista Átila Iamarino e site The Intercept, que divulgam previsões de 1 milhão e 432 mil mortes, respectivamente.

Previous ArticleNext Article