Papa Francisco responde carta de Lula e pede para petista não desanimar

Vinicius Cordeiro e Francielly Azevedo - CBN Curitiba

lula, luiz inácio lula da silva, recurso, habeas corpus, trf4, tribunal regional federal da 4ª região, 8ª turma, odebrecht, lava jato, provas, mpf, força-tarefa, instituto lula, aparamento, são paulo, são bernardo do campo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu uma carta do Papa Francisco no início deste mês. A conversa entre Lula e o líder católico foram divulgados nesta terça-feira (29), no site oficial do petista.

“Tendo presente as duras provas que o senhor viveu ultimamente, especialmente a perda de alguns entes queridos (…), quero lhe manifestar minha proximidade espiritual e lhe encorajar pedindo para não desanimar e continuar confiando em Deus”, afirma trecho da carta enviada no dia três deste mês.

A resposta é de uma carta enviada por Lula em abril. Nela, o ex-presidente culpa “poderosos” por sua prisão.

“Sigo aqui lutando para provar minha inocência e tenho consciência que só estou preso porque os poderosos querem destruir toda a rede de proteção e cuidado que construímos para os excluídos”, disse.

Além disso, petista agradeceu pela contribuição do Papa na defesa dos direitos dos mais pobres e relatou o seu estado de ânimo em relação ao que vem vivendo desde a prisão. “O amor ao meu povo e minha fé me animam. (…) Gostaria Papa, de contar com o seu apoio e sua amizade”, completou.

No ano passado, o advogado argentino Juan Grabois trouxe para Lula um rosário abençoado pelo Papa Francisco. Na época, o Vaticano divulgou duas notas de esclarecimento dizendo que o terço não foi enviado pelo Papa, mas sim abençoado por ele.

LEIA TAMBÉM:

 

 

Previous ArticleNext Article