Paraná decreta estado de alerta contra a dengue

Redação

paraná, dengue, estado de alerta, ratinho junior, beto preto, sesa

O aumento contínuo dos casos de dengue no Paraná fez com que o governador Ratinho Junior (PSD) decretasse estado de alerta. O objetivo é intensificar o combate à doença e o controle do Aedes aegypti. O mosquito também transmite a zika e a febre chikungunya.

O decret0 de alerta contra a dengue foi uma medida adotada pelo governador Ratinho Junior após o Paraná alcançar uma incidência de 100 casos confirmados a cada 100 mil habitantes. A medida permanece em vigor até que o cenário seja revertido.

De acordo com os dados da Sesa (Secretaria da Saúde do Paraná), o estado tem mais 20 mil casos confirmados. Desde agosto de 2019, a dengue já matou 13 pessoas no estado. 62 municípios estão em situação de epidemia e há cerca de 65 mil notificações da doença no estado.

“Temos uma força-tarefa instalada em todo estado, já atuando em mutirões, remoção de criadouros e orientações para a população e precisamos da ajuda da população neste combate ao vetor da dengue”, disse o secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto.

PARANÁ EM ESTADO DE ALERTA CONTRA A DENGUE

Conforme o decreto assinado pelo governador do Paraná, Ratinho Junior, está prevista a intensificação do Comitê Intersetorial de Controle da Dengue.

O grupo é composto por integrantes do governo e da sociedade civil organizada. A função do comitê é promover a mobilização do combate à dengue no Paraná.

Assim, serão intensificadas as visitas nas casas para identificar possíveis focos do mosquito Aedes aegypti. Além disso, os criadouros devem ser eliminados por meio de soluções mecânicas, físicas ou biológicas.

Previous ArticleNext Article