Ratinho Junior e governo federal assinam parceria para novas concessões de rodovias

Vinicius Cordeiro

ratinho junior concessão rodovias governo federal

O governador Ratinho Junior e o ministro Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura, assinaram nesta terça-feira (13) um novo programa de concessões de rodovias que cortam o Paraná.

Ao todo, serão licitados, pela União, 4,1 mil quilômetros de estradas estaduais e federais até 2021.

O documento, assinado na Bolsa de Valores de São Paulo, incorpora ao conjunto de rodovias que formam os 2,5 mil quilômetros do Anel de Integração três importantes estradas estaduais: PR-092 (Norte Pioneiro), PR-323 (Noroeste) e PR-280 (Sudoeste). O futuro leilão também deve abranger os trechos paranaenses das Brs 163, 153 e 476.

“Possivelmente será o maior lote de concessões do Brasil. Vamos criar uma modelagem que atenda o desenvolvimento do Paraná, atenda a população com tarifas justas e obras e, acima de tudo, com muita transparência”, avaliou Ratinho.

Os contratos com as atuais concessionárias foram assinados em 1997 e se encerram em 2021. O polígono geométrico interliga Curitiba, Ponta Grossa, Guarapuava, Cascavel, Foz do Iguaçu, Campo Mourão, Maringá, Paranavaí, Londrina e Paranaguá.

“Vamos iniciar uma nova era, que vai contemplar os principais eixos rodoviários do Paraná. Os brasileiros e paranaenses podem esperar melhores contratos, mais investimentos e tarifas mais baixas”, declarou o ministro Tarcísio de Freitas.

Segundo informações de Sandro Alex, secretário da Infraestrutura e Logística,  União já contratou uma empresa para fazer os levantamentos dos 4,1 mil quilômetros de rodovias que serão concedidas. O custo destes estudos é de R$ 60 milhões. Somente após esse inventário é que os editais serão formalizados.

AEROPORTOS

Além do pacote rodoviário quatro aeroportos do Paraná integrarão o pacote de 20 terminais aéreos do Sul e Centro-Oeste que serão licitados pelo Governo Federal: Foz do Iguaçu, Londrina, Bacacheri, em Curitiba, e o Afonso Pena, São José dos Pinhais.

PARCERIA ENTRE ESTADO E GOVERNO FEDERAL

Foto: Rodrigo Felix Leal/ANPr

Não é de hoje que o governo do Paraná vai se aproximando do governo federal. Desde os inícios dos mandatos de Jair Bolsonaro e Ratinho Junior, as duas partes vão trabalhando em conjunto.

Em maio, Bolsonaro esteve em Cascavel e disse: “O que a gente puder fazer pelo Paraná, faremos sem qualquer entrave. O que devemos é destravar o Brasil”. Na ocasião, o presidente se emocionou com os apoiadores.

Desde que assumiu o cargo da presidência, Jair já esteve no Paraná em três ocasiões.

A primeira foi no final de fevereiro, quando participou da solenidade de posse do novo diretor-geral brasileiro da Itaipu, Joaquim Silva e Luna.

Já a segunda vez foi no dia 10, quando esteve no lançamento da pedra fundamental da segunda ponte entre Brasil e Paraguai.

No mesmo dia, ele esteve em Curitiba para a inauguração do Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública da Região Sul (CIISP-Sul). Nessa vez, ele fez um pronunciamento para defender o acesso às armas.

Previous ArticleNext Article