Paraná já tem dez candidatos ao Senado

BandNews FM Curitiba

O professor Wilson Picler, presidente do Grupo Uninter, decidiu lançar pré-candidatura ao Senado pelo PSL, do presidenciável Jair Bolsonaro. Ele deve fazer dobradinha com o deputado federal Fernando Francischini, também pré-candidato ao Senado pela legenda.

Por enquanto, o Paraná tem dez pré-candidatos a duas vagas em disputa no Senado nas eleições de outubro. As convenções partidárias para homologar os nomes devem ocorrer entre os dias 20 de julho a 5 de agosto e o registro oficial das candidaturas deve ocorrer até 15 de agosto.

Por enquanto, também concorrem ao Senado neste ano o ex-governador Beto Richa, do PSDB, a deputada federal Christiane Yared, do PR, o deputado estadual Ney Leprevost, do PSD, o ex-senador Flavio Arns, da Rede, o deputado federal Rubens Bueno, do PPS, o deputado federal Alex Canziani, do PTB, o ex-presidente do Grupo Positivo Oriovisto Guimarães, do Podemos, e o ex-vereador de Santa Cruz do Monte Castelo José Maria Boni, do PRTB.

O senador Roberto Requião, do PMDB, também afirma que pode concorrer à reeleição, embora se coloque como pré-candidato ao governo do Paraná. O senador Álvaro Dias, do Podemos, é pré-candidato à presidência da República e a senadora Gleisi Hoffmann, do PT, deve concorrer à Câmara Federal. O PT, do ex-deputado federal e pré-candidato ao governo Doutor Rosinha, deve indicar um nome ou apoio em meados de maio.


O PSOL, segundo o presidente estadual da legenda Leandro Dias, de Ponta Grossa, deve realizar plenária neste sábado (28) em Curitiba para decidir entre Professor Piva, Rodrigo Tomazini e Thiago Bagatin para disputa pelo Palácio Iguaçu, e André Melão,Jaqueline del Nobile e Mariane Siqueira para o Senado.

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook