“Paraná nunca teve um governante que represente quem vive do seu próprio trabalho”, diz Piva

Roger Pereira e Pedro Ribeiro


Candidato do PSOL ao governo do Paraná, Professor Piva disse, em sua entrevista ao Paraná Portal, que sua candidatura representa o anseio da classe trabalhadora de chegar à administração pública. “Represento aqueles que trabalham, que sustentam o estado, que mantém toda a estrutura administrativa, que criam seus filhos, que sobrevivem com seu trabalho e que nunca tiveram a oportunidade de fazer algo que é fácil, que é governar. Trabalhar e sobreviver é que é difícil e isso eu sei fazer: criei minhas três filhas com salário de professor. Então, governar, acho que vai ser uma coisa até agradável”, afirmou.

Piva diz que a crise política que assola o Brasil está relacionada às campanhas eleitorais. “Campanhas eleitorais milionárias geram corrupção. As campanhas são caras porque eles compram votos. Haja vista os recursos desviados das obras da secretaria de educação, que foi tudo usado para campanhas eleitorais”.

O candidato disse que, se eleito, sua primeira medida como governador seria “revogar todas as maldades implementadas pelo governo do Beto Richa com o Ratinho Júnior”: “o aumento do ICMS, o aumento de 40% no IPVA, uma série de maldades que eles praticaram. A forma de rever, poderá ser por decreto, ou mesmo mobilizando o povo e fazendo plebiscitos”.

Professor de carreira do estado ele propõe, para a educação, diminuir o número de alunos por sala de aula, garantir a data base e as condições de trabalho, respeitando a lei do piso e a hora atividade.

O candidato discorda de que, para governar, o administrador precisa do apoio da maioria do Legislativo. “Por que o governador quer ter um monte de deputados ao seu lado? Por que o prefeito quer ter todos os vereadores? Por que eles precisam roubar, precisam de dinheiro para as campanhas milionárias. Para ter isso, eles precisam tirar dinheiro do seu bolso e precisam comprar deputados, para que o parlamento não cumpra seu papel de fiscalizá-los, para que eles não sejam cassados. Como eu não vou roubar, não vou precisar comprar deputado”.

Piva disse, ainda, que vai retomar para o controle do estado a administração das rodovias pedagiadas, cujos contratos de concessão vencem em 2021. “Vou lavar a honra do contribuinte paranaense, que vem sendo roubado desde quando aprovaram esse modelo de pedágio. Vamos mandar todas essas empresas para a casa e, algumas delas, para a cadeia. A estrada é um bem público, foi construído com nosso dinheiro. Lucrar com exploração de estradas, nunca mais”.

Confira a íntegra da entrevista:

Veja as outras entrevistas da série:

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal